Yoga


Segundas, Quartas e Sextas-feiras:
18h00 às 19h15 e 19h30 às 20h45
Meditação – após o segundo horário: 20h45 às 21h15

Mensalidades
Primeira aula grátis
Inscrição anual 10€. Reinscrição 5€

1 vez por semana: 30€
2 a 3 vezes por semana: 40€
Os casais, estudantes, desempregados ou reformados têm um desconto de 5€. Aula avulso: 10€

Contacto Prof. Jaime Silva: 969750109 – 244813586

Algumas técnicas do Yoga

Posturas

Toda a prática do yoga tende a libertar a consciência do praticante e levá-lo a transcender a noção limitada do “eu”. Assim se atinge um conhecimento específico, manifesto sobre a forma de uma revelação onde deixa de haver separação entre o indivíduo e o próprio universo. As posturas ajudam o praticante a familiarizar-se com as forças vitais do organismo e gerir o seu potencial para alcançar a perfeita estabilidade.

Respiração

Com a atenção na respiração é possível tomar consciência dos fenómenos psicofisiológicos. Desse modo, a respiração adquire um valor energético e se torna o principal instrumento pelo qual é possível, à luz da consciência, aprofundar o conhecimento das várias dimensões da sua humanidade. No yoga existe uma ciência da respiração chamada Pranayama, que é comummente traduzida por “controlo da energia”.

Relaxamento

O relaxamento efetuado no fim da prática postural permite apurar a escuta da “linguagem” corporal. Nesta fase passiva de entrega de corpo e alma, a consciência entra em relação com a inteligência do próprio organismo com o intuito deixar a vida fluir e dissolver a causa dos bloqueios. O objectivo do relaxamento é levar o praticante a reintegrar o equilíbrio da sua natureza.

Visualização

Pela forma como decorem as sessões de yoga do professor Jaime Silva a visualização torna-se uma realidade permanente. O núcleo espiritual da filosofia oriental é constituído por uma trindade: Existência, Consciência e Experiência. Qualquer situação da nossa vida implica esses três fatores. Pelo fato de existirmos e de sermos conscientes, vivemos uma experiência. Essa experiência, nascida de uma relação, é traduzida sobre a forma de uma representação, irmã da visualização. A representação que criamos do mundo condiciona o nosso comportamento e o nosso comportamento condiciona o mundo. Aqui está um ciclo vicioso que convém ultrapassar.

Meditação

As maiores tradições espirituais da humanidade afirmam que a nossa essência transcende a dualidade e que a prática da meditação permite alcançar essa verdade. Tal como o sabor do mel não se pode descrever, só a experiência direta o poderá esclarecer. Toda a ciência que nos aproxima da verdade ajuda a encontrar estabilidade, sendo essa necessária para preservar os valores humanos numa sociedade abalada pelo condicionamento.